SEGUIDORES

BEM-VINDOS

CAMINHANDO PARA A LUZ

MUITA PAZ !!!!!

Clique aqui e escolha o seu no Site TonyGifsJavas.com.Br

RÁDIO BOA NOVA. CLIQUE NA IMÁGEM

RÁDIO ESOTÉRICA FM

RÁDIO FM ESÓTERICA


RÁDIO MUNDO MAIOR , O ESPIRITISMO COM VOCÊ

http://www.radiomundomaior.com.br/player.html





CARIDADE

Páginas

CRIATURINHAS DIVINAS !!!!! EU AMO VOCÊS....

Mostrando postagens com marcador QUANDO SINTO QUE JÁ SEI - DOCUMENTÁRIO - VÍDEOS - NACIONAL - EXCELENTE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador QUANDO SINTO QUE JÁ SEI - DOCUMENTÁRIO - VÍDEOS - NACIONAL - EXCELENTE. Mostrar todas as postagens

24 de abril de 2015

QUANDO SINTO QUE JÁ SEI - DOCUMENTÁRIO - VÍDEOS - NACIONAL - EXCELENTE


sexta-feira, 24 de abril de 2015

Quando Sinto que já Sei




Filme: Quando Sinto que já Sei
Direção: Antônio Sagrado, Anderson Lima e Raul Perez
Produção executiva: Antônio Sagrado, Raul Perez e Anielle Guedes
Gênero: documentário
Nacionalidade: brasileiro
Tempo: 78 minutos


Amamos falar sobre educação. Sobre novas formas de educação. Sobre as mudanças que tem acontecido, mesmo que bem aos pouquinhos, no sistema educacional do nosso país. Sobre atitudes e atividades que vêm fazendo muita diferença. 

Pesquisar e debater sobre esse modelo de escola que não atende mais as expectativas. Sobre as transformações necessárias. Sobre aprender, sentir e ser.

Isso tudo nos inspira! Nos encoraja. Nos dá mais vontade de aprender e também de fazer diferente.



E um dos filmes que nos encanta, que representa muito dessa mudança que desejamos para o mundo, que nos ensina e nos dá vontade de fazer, cada vez mais, é esse: “Quando sinto que já sei”. 

Um documentário feito com financiamento coletivo no Catarse, que apresenta práticas inovadoras de educação que tem feito a diferença no sistema escolar do Brasil.


Vale muito a pena conferir. 

O projeto veio à tona a partir da percepção de que valores simples e importantes do desenvolvimento humano estão sendo deixados para o lado de fora da sala de aula. 



O filme retrata as novas maneiras de aprender que estão surgindo e se consolidando Brasil à fora, com base na autonomia, liberdade e habilidades de cada pequeno indivíduo.

Explorando e conhecendo vários projetos com propostas educacionais inovadoras, a filmagem expõe a opinião de crianças, pais, professores, educadores, diretores e pessoas de outras áreas, todas com vontade de romper o modelo tradicional de escola. 

Profissionais da área que vivem essa experiência e comprovam a necessidade de uma educação mais sensível às individualidades, autônoma e participativa, contrapondo essa realidade arcaica e ineficiente que verificamos e vivenciamos com nossas crianças.




A proposta do documentário Quando Sinto Que já Sei é levantar uma discussão sobre o atual momento da educação no Brasil. Carteiras enfileiradas, aulas de 50 minutos, provas, sinal de fábrica para indicar o intervalo, grades curriculares, conhecimento dividido em diferentes caixas. As escolas, como são hoje, oferecem os recursos necessários para que uma criança se desenvolva ou a transformam em um robô, com habilidades técnicas, mas sem senso crítico?


Por que não mudar? 

Diretores, professores, pais e alunos questionam há anos os motivos que levam ao distanciamento entre a sala de aula e o mundo exterior. Diante do medo do vestibular e do mercado de trabalho, a discussão nem sempre avança e o modelo permanece o mesmo, mas, ao redor do país, várias iniciativas começam a mudar este quadro com ousadia resultante do contato entre escola e comunidade. Saem as grades, as paredes e abre-se espaço ao diálogo.

Este é o ambiente do documentário Quando sinto que já sei, idealizado pelo empreendedor social Antonio Sagrado Lovato e custeado com ajuda de contribuições por meio do site Catarse.




“Será que é possível criar essa escola? Uma escola que seja uma escola alegre, prazerosa? Ou a escola tem que ser o serviço militar obrigatório aos 7 anos?”

Projeto independente, o filme partiu de questionamentos em relação à escola convencional, da percepção de que valores importantes da formação humana estavam sendo deixados fora da sala de aula.

Durante dois anos, os realizadores visitaram iniciativas em oito cidades brasileiras – projetos que estão criando novas abordagens e caminhos para uma educação mais próxima da participação cidadã, da autonomia e da afetividade.



Lovato (centro), ao lado dos codiretores Raul Perez e Anderson Lima

Para Raul Perez, um dos diretores de Quando sinto que já sei , autonomia e afetividade são as principais semelhanças entre as escolas visitadas, e isso significa entender o aluno como indivíduo e não “como um produto na linha de produção em série, como ocorre nas instituições convencionais”.

Dirigido por Perez, Lovato e Anderson Lima, Quando sinto que já sei também conta com Anielle Guedes e Eden Castelo Branco na equipe.

Depoimentos marcantes aparecem a todo o momento, como o do educador e antropólogo Tião Rocha, do Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento, em Curvelo, Minas Gerais, que compara o modelo tradicional a um “serviço militar obrigatório” a partir dos seis anos de idade: “A criança não precisa sofrer para aprender”, afirma ele.



A etapa final do projeto foi financiada com a colaboração de 487 apoiadores pela plataforma de financiamento coletivo Catarse.

Se você é pai, mãe, educador/professor ou qualquer pessoa que acredita que precisamos ser protagonistas das mudanças que queremos ver na educação das nossas crianças (e de nós mesmos), é fundamental que assista.

O Projeto “Quando Sinto Que já Sei” conta com o seu apoio para se concretizar e dar início a uma reflexão sobre o verdadeiro papel da educação...


Sua contribuição pode ser como conversa, troca de experiências, indicações… Tudo aquilo que estiver ao seu alcance.








Fonte:https://www.catarse.me/pt/quandosintoquejasei

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Agendas de Controle Global - O que é? Como Funciona?



Existem centenas de “agendas”(metas a serem cumpridas) com o objetivo de controle sendo postas em pratica aqui na Terra pelo nosso Governo Oculto e grupos associados (tenham eles consciência disso ou não).

Sempre que o assunto é governo e religião você pode esperar discordância e debate, e freqüentemente guerras baseadas nesses dois tópicos controversos. 

Esse filme tem 2 horas de duração, mas vale muito a pena ver, tem um ponto de vista completamente diferente sobre o mundo e sobre nós como seus habitantes. 

Praticamente todos os poderes que você vê nos meios de comunicação e as figuras mais proeminentes do mundo são simples marionetes de um “poder maior” que tenta controlar o rumo da humanidade, já que a mesma tem se mostrado incapaz de controlar o próprio. 


O filme mostra as conexões existentes entre organizações muito antigas com corporações e partidos políticos atuais, muitas dessas organizações são diretamente ligadas à monarquia britânica, e controlam praticamente tudo no mundo de hoje, desde o que contém na nossa comida até o que vemos nos meios de comunicação mainstream. 

Bancos, governos, boa parte das leis, meios de comunicação, igrejas, e a lista continua… Estão todos focados em uma coisa: “lavagem cerebral” e controle de 87% da população mundial que está susceptível a essa hipnose de massas, nos manter em um estado medíocre, onde podemos ser controlados pois não podemos tomar conta de nós mesmos.


Há de fato uma facção da elite conduzindo a política social, economia, a política, as corporações, ONG’s, e inclusive algumas organizações “contra” o Establishment.


Um documentário IMPRESCINDÍVEL para aqueles que querem entender porque a sociedade e os humanos são como são.


Abaixo o documentário completo.
(Precisa ativar a legenda no Youtube)
Opção1

Opção2




Fonte: http://libertesedosistema.blogspot.com.br/2011/09/entenda-as-agendas-de-controle-global.html

terça-feira, 21 de abril de 2015

BUSCANDO SEMPRE MAIS - ECKHART TOLLE



Paradoxalmente, o que mantém a chamada sociedade de consumo é o fato de que tentar encontrar a si mesmo por meio de coisas não funciona: a satisfação do ego tem vida curta. Assim, a pessoa continua buscando mais, continua comprando, continua consumindo. 



É claro que, nessa dimensão material em que nosso eu superficial vive, as coisas são uma parte necessária e inevitável da vida. 

Precisamos morar em algum lugar, necessitamos de roupas, móveis, ferramentas, transporte, etc. Há também coisas que valorizamos por causa da sua beleza ou da sua característica inerente. 

Devemos reverenciar o universo das coisas, e não menosprezá-lo. Cada objeto tem uma Existência, é uma forma temporária cuja origem está na Vida Única, informe, a origem de todas as coisas, de todos os corpos, de todas as formas. 

Nas culturas mais antigas, as pessoas acreditavam que tudo, até mesmo os objetos supostamente inanimados, possuíam um espírito próprio - e a esse respeito elas se encontravam mais próximas da verdade do que estamos hoje em dia. 


Quando se habita um mundo embotado pela abstração mental, não se sente mais a vida pulsante do universo. A maioria de nós não se encontra numa realidade viva, e sim numa realidade conceitualizada. O conteúdo com o qual alguém se identifica é condicionado pelo ambiente, por sua criação e pela cultura dominante. 



Mas não podemos reverenciar as coisas verdadeiramente se as usamos como meios para ressaltar nosso eu, isto é, se tentamos nos encontrar por meio delas. E isso o que o ego faz. Sua identificação com as coisas cria sentimentos de apego e obsessão em relação a elas, o que, por sua vez, forma a sociedade de consumo, bem como suas estruturas econômicas, onde a única medida de progresso é sempre mais. 

A busca descontrolada por mais, pelo crescimento infinito, é um distúrbio e uma doença. É a mesma disfunção apresentada pela célula cancerosa, cuja única meta é se multiplicar, inconsciente de que está provocando seu próprio fim ao destruir o organismo de que faz parte. 



Alguns economistas são tão atraídos pelo conceito de crescimento que não conseguem se desligar dessa palavra, assim eles se referem à recessão como um período de "crescimento negativo". 

Uma grande parte da vida de muita gente é consumida por uma preocupação obsessiva com as coisas. É por isso que uma das doenças do nosso tempo é a proliferação de objetos. 

Quando uma pessoa não consegue mais sentir a vida que ela própria é, em geral tenta preencher sua existência com coisas. 



Se esse for seu caso, sugiro, como uma prática espiritual, que você analise seu relacionamento com o universo das coisas por meio da observação.
Eckhart Tolle

Postagens

MINHAS OBRAS " ÓLEO SOBRE TELA"

MINHAS OBRAS " ÓLEO SOBRE TELA"
Será um grande prazer recebê-lo (a) em minha Cominidade

Postagens populares

AÇÃO E REAÇÃO - ÁUDIO BOOK - ANDRÉ LUIS

INSTITUTO ANDRÉ LUIIZ- SITE ESPÍRITA

INSTITUTO ANDRÉ LUIIZ- SITE ESPÍRITA
CLIQUE NA IMAGEM E VEJA

MEU BADGE DA REDE AMIGO ESPÍRITA

MEU BADGE DO ANJO DE LUZ

MY BADGE DE KARDEK ON LINE

MEU BADGE DA REDE PORTAL DOS ANJOS E ESTRELAS DO AVALON

AUDIOBOOKS - FREE

Blog Ebooks Grátis

TOPO DE PÁGINA

Pegue este efeito no Site Tony Gifs Javas

PLACA

GOOGLE TRADUTOR

OUÇA A RÁDIO BOA NOVA AO VIVO

OUÇA A RÁDIO BOA NOVA AO VIVO
CLIQUE NA IMAGEM

Atalho do Facebook

VEJA MEU OUTRO SITE, CLIQUE NA IMAGEM

VEJA MEU OUTRO SITE,  CLIQUE NA IMAGEM
NAS ASAS DA NOVA ERA

ÁUDIO BOOK - ROMANCES - DRAMATIZAÇÃO

"Nosso Lar" retrata as condições da vida além-túmulo, objetivando comprovar a eternidade do Espírito, o estreito relacionamento entre os dois planos da vida e a riqueza das atividades desenvolvidas nas esferas invisíveis ao olhar humano. Em 50 capítulos, analisa e esclarece assuntos como: alimentação no Plano Espiritual; culto familiar; lei de causa-e-efeito; música; remuneração de serviço; e zonas inferiores. Narra experiência pessoal, destacando o encontro com a própria consciência como a maior surpresa diante da morte carnal. Comprova ser a Terra oficina sagrada onde o homem deve aprender a elevar-se, aproveitando dignamente a oportunidade que o Senhor lhe concedeu. "Fonte da sinopse-www.cveed.org.br"
Minisérie Nosso Lar, uma adaptação para radionovela.
Produção LBV, direitos autorais FEB.
Capítulos
Narrativa de O Evangelho Segundo o Espiritismo.
O Evangelho Segundo o Espiritismo compõe-se de 28 capítulos, 27 dos quais dedicados à explicação das máximas de Jesus, sua concordância com o espiritismo e a sua aplicação às diversas situações da vida.
O último capítulo (não presente nesta versão em áudio) apresenta uma coletânea de preces espíritas sem entretanto constituir um formulário absoluto. Os ensinamentos que contém são adaptáveis a todas as pátrias, comunidades e raças. É o código de princípios morais do Universo, que restabelece o ensino do Evangelho de Jesus, no seu verdadeiro sentido, isto é, em Espírito e Verdade. Sua leitura (audição) e estudo são imprescindíveis aos espíritas e a todos que se preocupam com a formação moral das criaturas, independente de crença religiosa.
É fonte inesgotável de sugestões para a construção de um Mundo de Paz e Fraternidade.
A versão original desta obra (em áudio) é composta de onze Cds, cada CD contem várias faixas.
Para facilitar o acesso e reduzir o número de arquivos decidimos então agrupar todas elas em um único arquivo,totalizando apenas onze.
Capítulos
Que são dois milênios no relógio da Eternidade? A humildade do Espírito Emmanuel nos proporciona esta narrativa da existência carnal em que foi o orgulhoso senador romano Públio Lentulus e obteve designação para alto cargo na Palestina, na época em que Jesus transmitia à Humanidade Seus ensinamentos imortais. Nesse livro mediúnico, o leitor sentir-se-á participante da História do Cristianismo no século I, do cotidiano das arrogantes e preconceituosas famílias patrícias, em contraponto com a simplicidade fraterna dos primeiros seguidores de Jesus e do comovente encontro entre o Cristo de Deus e o altivo representante de César. Pontuada por sofrimento e alegria, fortuna, esplendor e miséria, arrogância, abuso de poder e escravidão, resignada ou revoltada, seqüestros, raptos, vinganças, ciúmes, ódios, calúnias, crueldade e benevolência, brandura e perdão, temos a história do Senador Públio Lentulus, de sua filha e de sua amorosa esposa Lívia, convertida aos sublimes ensinamentos do Mestre Jesus. As anotações íntimas e depoimentos do Autor - Emmanuel - testemunham a necessidade, também no plano invisível, de esforço, paciência e fé raciocinada para lutar, resgatando nossas faltas passadas, a caminho da redenção
Capítulos

Arquivo do blog

PROGRAMA TRANSIÇÃO

PROGRAMA TRANSIÇÃO

PROGRAMA TRANSIÇÃO

QUER ASSISTIR AO PROGRAMA TRANSIÇÃO, CLIQUE ABAIXO
O PRÓPRIO LINK TRAZ O TEMA ABORDADO, ALÉM DO PALESTRANTE